Buscar

OKRs: o que são e como usá-las?

Introdução


OKR (Objectives and Key Results) é uma metodologia de gestão que tem como objetivo definir metas mensuráveis. Foi criada pela Intel em 1970, mas passou a ser mais conhecida quando John Doerr, um dos investidores do Google, mostrou esse método para seus 40 funcionários na época. Ele explicou de modo simplificado:

-Eu vou (objetivo); Medido por (conjunto de resultados-chave)

Assim, é possível compreender as duas principais definições do OKR:

-(O)Objetivo: a empresa precisa ter seu objetivo bem definido, para que todos os colaboradores possam enxergar com clareza onde querem chegar e o quanto será impactante quando alcançarem. Ele é algo qualitativo e precisa ser conciso.

-(KR)Resultados-chave: metas que visam impactar diretamente o alcance desse objetivo. Em sua maioria são quantitativos e indicam se o objetivo foi alcançado até o fim do ano.

Essa metodologia pode ser usada tanto para grandes, como para pequenas empresas, por se tratar de um planejamento estratégico. É fundamental para qualquer organização ter uma estratégia definida, com metas para alcançarem um objetivo, muitas pessoas pensam que trata-se apenas de gerar lucro, porém vai muito além disso.

Os OKRs auxiliam a organização como um todo a se alinharem para atingir os mesmos objetivos com metas diferentes para cada departamento envolvido.

Qual a diferença entre metodologias tradicionais e OKR?


As metodologias tradicionais são úteis, já foram muito usadas e funcionou, então por que mudar? A metodologia OKR permite que as metas sejam definidas em um tempo mais curto, assim facilita a correção de um erro que pode acontecer, enquanto em uma metodologia tradicional as metas e o planejamento já estaria consolidado, dificultando a adaptabilidade da empresa diante de certas situações. Um dos pontos principais da OKR é a sua transparência, todos os funcionários podem ver as OKRs da empresa.

Os objetivos e resultados-chave permitem avaliar melhor as decisões com base nos dados, pois o foco principal não é no esforço das tarefas, mas sim nos resultados alcançados.

Como aplicar essa metodologia na empresa?

Para começar a utilizar as OKR’s na sua empresa é necessário começar devagar. Nos primeiros ciclos é interessante que sejam de apenas 30 dias, assim todos conseguem entender melhor como funciona. É importante que não seja feito apenas com um departamento ou individualmente, pois uma das funções dos OKRs é alinhar toda a empresa para alcançar um objetivo em comum.

1) Definir o objetivo (O) que a empresa quer alcançar. Para cada departamento serão definidos diferentes objetivos, mas todos em prol de um único.

2) Apresentar e treinar todos na empresa para entenderem como funciona. É fundamental que todos entendam o propósito da adoção dessa metodologia na empresa, mostrando a importância de terem metas mensuráveis e os benefícios que podem trazer, como aumento da motivação e engajamento do setor. Além disso, é muito importante fazer um treinamento para que todos entendam como definir os KRs.

3) Começar a definir os Key Results, lembrando que sempre devem ser métricos, pois o importante é atingir o resultado, então essas metas precisam ser medidas, não ser uma lista de tarefas, pois tarefas feitas não garantem sucesso ou crescimento da empresa.

4) Pense nos OKRs anuais, que serão de nível mais alto e amplo e depois nos trimestrais, ou o tempo do ciclo de sua escolha. Nesses ciclos menores os OKR serão desdobrados e mais detalhados para cada departamento. Assim ao fim de cada ciclo será possível avaliar através de números o desempenho da sua empresa.

5) Os OKRs de cada departamento serão definidos de forma a contribuir para o atingimento dos OKRs da organização inteira, então é sempre bom ter certeza que todos sabem onde querem chegar e como pretendem fazer isso.

6) Encontre ferramentas que auxiliarão no planejamento da organização, como o Trello, Miro, entre outros, onde todos os funcionários podem ter acesso.

7) Torne os OKRs parte da cultura da empresa, fazendo com que todas as atividades sejam realizadas com base neles. Deve haver reuniões frequentes para analisar a evolução dos OKRs. É muito importante para que não seja algo feito e depois esquecido e deixado de lado.

8) Defina metas mais simples no começo e depois tente umas mais difíceis para que todos possam se desafiar a alcançá-las.


Essas foram algumas dicas para iniciar a implantação dos OKRs, para começar aos poucos e ver se sua empresa consegue se adaptar a essa metodologia e utilizá-la sempre. Depois de um tempo usando será possível avaliar o desempenho na organização e facilitará na tomada de decisões.

Espero que esse post tenha ajudado e te incentivado a buscar saber mais sobre esse método que está sendo usado cada vez mais no meio empresarial!

Você já conhecia essa metodologia? Já usa ou pretende começar a usar? Tem alguma dúvida? Conta pra gente nos comentários!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo